já plenamente funcional

Leave a comment

googlices

Até que a Google Apps funcione correctamente (o domínio admiravelmundonovo.net não funcionava 60% das vezes) regressamos ao endereço http://flaviogoncalves2012.blogspot.com. Lamentamos o incómodo, mas aparentemente o serviço gratuito da Google (o blogger) é muito superior ao serviço pago, por mais bizarro que soe.

Leave a comment

migração blogosférica

O Admirável Mundo Novo irá migrar para o endereço www.admiravelmundonovo.net.

Leave a comment

"letras com vida" nº 4


Posted in , , | Leave a comment

...


Posted in | Leave a comment

Seis anos em linha

Altura para uma pequena renovação. Ou tempo de fecho?

Leave a comment

hoje, em lisboa


Leave a comment

é já este sábado


Posted in | Leave a comment

vídeo de campanha e blogue de campanha

Nos próximos 15 dias encontram a escrever no Flávio Gonçalves 2012, blogue oficial da minha candidatura à Assembleia Legislativa Regional dos Açores. 

Leave a comment

rui matos em entrevista à rtp açores


Posted in , | Leave a comment

já temos cartaz


O Outono promete este ano. Além da visita a Lisboa de Alberto Buela, no dia 13 temos a visita de outro argentino, Marcos Ghio irá proferir uma conferência na cidade do Porto.

Posted in | Leave a comment

nostalgia revisteira

Hoje recebi o número de Setembro da Chronicles - Magazine of American Culture e, no rescaldo de uma conversa (blogosférica) com o Mário Martins, percebi que estou nostálgico pela Atlântico, seja a fase inicial conservadora ou até a fase liberal, antes do seu fecho. Haveria público ou, melhor, escribas para uma nova revista mensal de Direita?
 
Uma pena não ter aproveitado a baixa do dólar para assinar as igualmente cativantes American Spectator e American Conservative... a seu tempo.

Posted in , | Leave a comment

...


Posted in | 1 Comment

hoje nos quiosques


Leave a comment

alberto buela em portugal


O Dr. Alberto Buela, filósofo argentino, irá efectuar uma conferência em Lisboa, aquando do lançamento do 5º número da revista Finis Mundi: A Última Cultura, no dia 6 de Outubro (Sábado) em local ainda por anunciar. A organização está a cargo do Instituto de Altos Estudos em Geopolítica & Ciências Auxiliares, novos editores da FM após o fecho da Antagonista Editora.

Posted in , | Leave a comment

ainda nos quiosques


Leave a comment

'postal' de itália (força silvio)

Posted in | Leave a comment

...

Posted in | Leave a comment

atrasa-se a silly season

Com os fogos que têm assolado o país (como quase todos os anos, o que já não é surpresa, surpresa mesmo é a eterna ausência de preparação e meios para os combater e o mau estado das viaturas dos bombeiros, que em dois casos distintos já nem conseguiram chegar perto do lume), a morte de José Hermano Saraiva (douto educador que tive o prazer de conhecer aquando de uma conferência sua na antiga Escola Secundária Dr. Manuel de Arriaga, num evento organizado pelo Dr. Paulo Estêvão e o grupo de História dessa escola) e o burburinho em redor de Miguel Relvas (que tresanda à velha guerra de aventais entre a Grande Loja Regular e o Oriente Lusitano) tem tardado a chegada da dita “silly season”.

Por cá aguarda-se ansiosamente a marcação das Regionais 2012, na pré-campanha até ver a única vítima parece ser o açorianíssimo Partido Democrático do Atlântico (este ano já lhes roubaram um dispendioso e gigantesco outdoor em Ponta Delgada, hackearam-lhes o portal na Internet por duas vezes distintas [www.pda.com.pt] e, no passado dia quatro de Julho, após grande insistência junto da comunicação social – o contacto do meu semanário faz parte da lista de correio deste partido, como de quase todos – teve que levar a cabo aquilo que Rui Matos, o novo presidente desde Janeiro, apodou de “conferência de imprensa sem imprensa”, dada a ausência de todo e qualquer jornalista). Digam-me lá se, para um partido praticamente inactivo, que tem estado um tanto ou quanto mortiço na última meia dúzia de anos, não se estranha tamanha aversão? Alguém lhe tem vindo a devotar um especial e invulgar ódio este ano.

Resta saber se o boicote mediático irá prevalecer durante as eleições, isto tendo em mente que em Maio deste ano a Comissão Nacional de Eleições (CNE), passado um ano, sempre veio a público denunciar a vergonhosa censura que é efectuada na dita “democracia” portuguesa contra os partidos extra-parlamentares, curiosamente já debate com vários colegas de jornais nacionais este tema e, aparentemente formatados todos aquando do curso de Comunicação Social, acham todos bem que os chamados pequenos partidos não tenham tempo de antena por os considerarem “irrelevantes”, como se as pessoas alguma vez pudessem votar em partidos acerca dos quais nada sabem dado a sua ausência dos jornais e televisões nacionais! Estou sempre em crer que o Estado Novo nos deixou uma mazela quase genética quanto ao verdadeiro significado de “democracia”.

Pois bem, dizia eu que passado um ano a CNE finalmente deliberou que houve uma violação do direito de igualdade de tratamento por parte das RTP, TVI e SIC e que os partidos mais afectados foram o MPT – Partido da Terra, o PND – Nova Democracia, o PPV – Portugal Pró-Vida e o muito nosso PDA – Partido Democrático do Atlântico. Gratos ficamos ao Dr. Garcia Pereira, autor e impulsionador da Providência Cautelar que deu origem a esta deliberação da CNE, por esta pequena e amarga vitória (amarga por já sabermos que para nada servirá, pois a CNE reencaminhou o processo para a ERC – Entidade Reguladora da Comunicação Social – e, como ficámos a saber aquando da querela entre o ainda ministro (suspeito que não por muito mais tempo, mas a ver vamos) Miguel Relvas e um diário lisboeta, a ERC mostrou não regular grande coisa, salvo cobrar e identificar, de modo PIDEsco, todo e qualquer suposto órgão de comunicação social (até aos boletins de paróquia e às fanzines fotocopiadas, e já tentou colocar sob a sua alçada a blogosfera lusa, espaço ainda de relativa liberdade), seus colaboradores, directores, proprietários e distribuidores.

Sobre os fogos, creio ser digno de nota estranhar a violência com que estes assolaram a Madeira este ano, atingindo vários pontos da ilha e, dada a hipótese vinda a público de fogo posto, a provar ser verdade trata-se de um crime da maior gravidade e não se sabe ao certo quais as suas repercussões, quais os danos nas terras, matas, infra-estruturas e, claro, impacto na indústria turística (péssima opção para qualquer economia que se queira autosustentável, mas crucial na Madeira), um novo desafio para o incontornável Alberto João Jardim.

Publicado no Incentivo
? de Julho de 2012.

Posted in | Leave a comment

pensamento do dia

Curioso como o triunfo da extrema-esquerda, impulsionado em boa parte por intelectuais judeus ditos radicais, hoje em dia começa a afectar os próprios judeus, que são cada vez mais conotados com a direita e, no caso de Israel, até com o fascismo.

A retórica que impuseram os ashkenazi desde 1945 agora volta-se contra eles, os marxistas e os trotskistas são os novos anti-semitas, nem sei se chore ou ria.

A nova extrema-esquerda é, simultaneamente, anti-fascista e anti-semita. Digo isto tendo em mente os Jogos Olímpicos deste ano, cuja organização que recusou um minuto de silêncio em memória dos atletas israelitas vítimas do atentado dos Jogos de Munique também já fez expulsar três atletas por suspeita de "racismo".

Posted in | Leave a comment

o lobby gay nos eua

Não sei se a comunicação social de massas, na qual este jornal logicamente nunca se inseriu, tem dado cobertura à proibição que os presidentes das câmaras de Boston e Chicago levantaram contra uma cadeia de fast food dos Estados do Sul. Refiro-me à Chick-fil-A, propriedade de Truett Cathy, fundada em 1946 esta cadeia estadunidense começou como um negócio de família e, pese embora os milhares de restaurantes que detém actualmente, regula-se pelos valores da família que a fundou e ainda gere: trata-se de conservadorismo de Direita, puro e duro, de inspiração cristã. 

A influência do lobby gay pareceu ter atingido o seu pico com o apoio de Barack Obama ao casamento gay, mas a opinião pública americana exalta-se agora com o que considera um ataque simultâneo à liberdade de expressão e à livre iniciativa (qualquer uma das suas consideradas como sagradas nas terras do Tio Sam): os presidentes das câmaras de Chicago e Boston, liberais até ao tutano, não só recusaram as licenças necessárias para a cadeia poder abrir restaurantes nas suas cidades como fizeram gala de tornar público que o faziam por questões políticas: o dono da cadeia manifestou-se, no decorrer de uma entrevista ao The Ken Coleman Show, um programa de rádio de difusão nacional, na qual afirmava ser contra o casamento gay, e esta era a paga.

No passado dia dois de Julho várias associações de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Transexuais e Simpatizantes tornaram pública a sua investigação na qual descobriram, oh horror dos horrores, que não só Cathy era contra o casamento gay e a adopção gay como tem doado alguns dos milhões dos lucros da sua empresa a associações conservadoras e cristãs que, óbvio, têm promovido várias campanhas contra o lobby gay.

Entretanto, ao coro constituído por Thomas Menino (presidente da câmara de Boston) e Rahm Emmanuel (presidente da câmara de Chicago e ex-Chefe de Gabinete de Barack Obama na Casa Branca) juntou-se agora a voz de Edwin Lee (presidente da câmara de São Francisco) regozijando-se que o restaurante mais próximo da cadeia se encontrava “a 20 quilómetros da cidade, e sugerimos que não se aproximem mais”.

Entretanto uma das empresas que fornece os brinquedos para as refeições infantis da cadeia, que sempre optou por brinquedos educacionais e inclusive bonecos de figuras bíblicas, já tornou público que não só vai cortar laços com a cadeia como vai doar o equivalente do lucro obtido a uma organização de “defesa dos direitos dos gays”. Contudo há ainda quem finja que a existência da maricagem militante é fruto da imaginação da Direita conservadora…

Publicado n'O Diabo
31 de Julho de 2012

Posted in | Leave a comment

hoje nos quiosques

Posted in | Leave a comment

desabafo do dia

Ando delirante desde que descobri a opção para bloquear pessoas no Facebook, deixo de as ler, elas deixam de me ler, é uma win/win situation. Tenho andado com a hipertensão e a agressividade bem baixas esta última semana. Imbecil comprovado? Não adianta debater, bloqueia logo!

Leave a comment

uma madrugada de domingo, como outra qualquer

Hoje acabei por avançar um pouco mais na tradução do primeiro volume da colecção de Geopolítica & Relações Internacionais do Instituto de Altos Estudos em Geopolítica & Ciências Auxiliares. Completei também a minha coluna quinzenal para o diário Incentivo, embora, dada a reformulação de espaço do mesmo, não saiba quando vá sair (assim obriga a crise, que agravou ainda mais a crise já existente na imprensa escrita).

Estou ainda em ressaca com a morte de José Hermano Saraiva, fará em Agosto um ano que o entrevistámos no O Diabo, e já na altura receamos não saber durante quanto mais tempo o teriamos conosco. Perdeu a História de Portugal um dos seus últimos defensores, perdeu a Direita nacional um dos seus poucos pensadores...

Leave a comment

duas entrevistas a não perder no "o diabo" desta semana

Embora não tenham tido honras de capa, o número mais recente do O Diabo inclui duas interessantissimas entrevistas com os escritores Frederico Duarte Carvalho e Vernon Coleman (este segundo com mais de uma dezena de obras publicadas em Portugal, embora só as sobre medicina... falta alguém editar as obras políticas).

Posted in , , | Leave a comment

tempo que passa

Tenho descurado imenso o meu blogue, desde já as mais sinceras desculpas aos visitantes desta casa. O vampirismo do Facebook tudo leva, é verdade (a blogosfera da Direita menos direitinha e mais riginha, por exemplo, foi toda pelo cano abaixo mal surgiu essa vampiresca rede).

Tenho andado absorto com o GeoPol e, assim de repente, tenho duas obras para traduzir num prazo muito curto de tempo, daí entre as 8h do day job e a família, e ainda umas horinhas de sono, o pouco que me sobra vai para O Diabo e para a malfadada tradução.

Nem tive tempo para recuperar o portal oficial do Partido Democrático do Atlântico, em plena pré-campanha eleitoral, abatido pela segunda vez este ano da Internet após ser hackeado, e em Ponta Delgada até nos roubaram um outdoor, portanto o PDA, mesmo estando abaixo de meio gás e até mortiço nos últimos anos, parece ter ganho o ódio de alguém, não se sabe de quem.

Leave a comment

hoje nos quiosques

Posted in | Leave a comment

hoje nos quiosques

Posted in | Leave a comment

vejam quem voltou

Uma das leituras muito cá da casa, ainda nos primórdios da blogosfera de direita, o Fumaças está de volta.

Posted in | Leave a comment

adenda a rodrigo moita de deus

Caríssimo, com base neste seu postal, vejo-me na obrigação de o informar de que não se trata do "primeiro western português" pois já João Canijo tratou de filmar tal coisa, "Alentejo Sem Lei", mini-série exibida em 1990. Pelo menos no pequeno ecrã já se tinha estreado o género "western à alentejana".

Leave a comment